sábado, 28 de agosto de 2010

Sorteio da Liga dos Campeões


Para o regresso do Benfica à Liga dos Campeões, podemos dizer que o sorteio não nos foi desfavorável. Do pote 1, calhou-nos a equipa mais fraca. No entanto, isso não quer dizer que irá ser fácil bater o Lyon. Nada disso. É uma equipa que, como todos sabem, há bem pouco tempo foi 8 vezes seguidas campeão de França, está muito habituada a jogar na Liga dos Campeões (ainda na época passada chegou às meias-finais pela primeira vez na sua história) e continua a ter um plantel muito forte: Lloris é o actual titular da baliza da selecção francesa, Cris, Réveillère e Cissokho são muito bons jogadores (embora me pareça que a defesa é o sector mais fraco desta equipa) e a partir daqui é um luxo: Kallstrom, Pjanic, Michel Bastos, Toulalan e a mais recente contratação, Gourcuff, fazem deste um meio-campo de sonho. E depois há Lisandro, Gomis, Briand e César Delgado para o ataque. Repito: era a equipa mais fraca do Pote 1, mas isso não significa facilidades para nós. No entanto, devemos ter em mente o nosso historial com equipas francesas (muito bom) e acreditar que será possível voltar a bater mais uma.

Em relação ao Pote 3, aqui o caso já muda de figura. O Schalke 04 era das equipas mais fortes que nos podiam ter calhado. Apesar de não ser um habitué da prova, esta equipa é fortíssima (acabou de ficar em 2º na Bundesliga) e este ano ainda se reforçou melhor (e há um par de anos eliminou o Porto nos oitavos-de-final da competição). Na baliza está Neuer, o titular da selecção alemã; a defesa talvez seja, à semelhança do que acontece com o Lyon, o sector mais fraco da equipa: o nome mais sonante é Metzelder, ex-jogador do Real Madrid; no meio-campo há Rakitic, Jermaine Jones e Baumjohann (estes dois não são muito conhecidos, mas são excelentes jogadores); e o ataque perdeu Kuraniy, mas ganhou Raúl para o seu lugar (e não se pode esquecer Farfán). Ainda assim, um Benfica ao nível daquilo que vimos o ano passado tem potencial para vencer esta equipa (e é de pensar que, apesar de nunca termos ganho um jogo na Alemanha, costumamos passar frente às equipas alemãs).

Do Pote 4 sairia sempre a equipa mais fraca do grupo. Acabou por nos calhar o Hapoel Tel Aviv, de Israel. Não é uma equipa sonante, obviamente, e as suas principais estrelas são o guarda-redes Enyeama, titular da Nigéria, e o avançado Ben Sahar, ex-jogador do Chelsea. Ainda assim, uma equipa perfeitamente ao nosso alcance.

Por tudo isto, acredito sinceramente que consigamos o apuramento. O grupo não é fácil, longe disso, mas um Benfica a sério, à Jesus, conseguirá a passagem aos oitavos-de-final. Um Benfica como o que temos visto esta época... lutará pelo 3º lugar para ir para a Liga Europa. Esperemos que se verifique o primeiro cenário.

5 comentários:

Éter disse...

Não achas o actual Milan mais fraco do que o Lyon?

Atenção que o Schalke não perdeu só o Kuraniy. Perdeu o Bordon (patrão da defesa na época passada), Rafinha e Westermann, os dois também defesas e titularíssimos. Aquela defesa está um buraco e já perderam os dois primeiros jogos do campeonato.

VHugo disse...

o Shakle continua muito forte!


http://forcamagicoslb.blogspot.com

www.gloriosasfera.com disse...

Debates, Entrevistas, Discussão, Conversação, EM TEMPO REAL

Cria a conta do teu blog no Twitter Glorioso e marca hora com os seus leitores

http://twitter.gloriosasfera.com/

Bimbosfera disse...

Vamos lá ver como calha. Já li de tudo destes 4.

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

sloml disse...

Éter, o Milan este ano é uma completa incógnita. E agora que contratou o Ibrahimovic e o Robinho... graças a Deus que não nos saiu na rifa!
O Schalke está realmente muito fraco na defesa, mas o ataque com Raúl e agora o Huntelaar estará fortíssimo. Os nossos defesas que se cuidem.