segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Benfica 1 - 0 Braga - 7ª Jornada 2010/11

Voltámos aos dias felizes. Embora este ainda não seja o Benfica dominador (o "rolo compressor") da época passada, vimos hoje um Benfica a pressionar desde o início, com muita garra, ambição e vontade de vencer. Mais do que a qualidade exibicional, a chamada "nota artística", o que quero ver no meu Benfica é esta acutilância, esta vontade de ganhar que caracterizou o nosso futebol na temporada passada. E hoje vimos isso na Luz. A vitória foi totalmente merecida e coloca-nos, neste momento, a 6 pontos do topo. Como não me parece que o Porto perca pontos amanhã, creio que iremos continuar a 9, mas ainda faltam 23 jornadas e muita coisa pode ainda javascript:void(0)acontecer. Para já, subimos ao 2º lugar, o que parecia quase impossível há um par de semanas.


Como já disse acima, a entrada do Benfica no encontro foi arrasadora. A primeira meia-hora foi, talvez, a melhor que já vi a nossa equipa fazer esta temporada - para tal também pode ter contribuído a decisão do Domingos em vir à Luz jogar a medo, deixando os habitualmente titulares Paulo César e Matheus no banco. No Benfica, o grande destaque foi a ausência do Cardozo, lesionado no jogo com o Schalke. Ora, Kardec, não sendo nem de perto nem de longe um clone do Tacuara, esteve à altura das circunstâncias. Apesar de não ser tão goleador como Cardozo, e inclusive tendo estado até há pouco tempo ausente por lesão, o brasileiro cumpriu muito bem a sua tarefa, desgastando os defesas contrários com a sua mobilidade e capacidade atlética, que lhe permitiu, por exemplo, assistir Saviola para o falhanço incrível do argentino na cara de Filipe, alguns minutos antes do golo de Carlos Martins. Além desse lance, de salientar o excelente remate de pé direito ainda na primeira parte, sem preparação e quase sem espaço. Claramente um jogador a reter, pois o talento está lá e é enorme. De Martins já não há muito para dizer: sempre foi um dos meus preferidos deste plantel (tenho uma certa propensão para gostar deste tipo de jogador: com a sua dose de loucura, mas capaz de ser genial) e está um senhor jogador. A exibição foi mais uma vez belíssima e aquele golo só está ao alcance de predestinados: a forma como recebe a bola com o pé direito, de forma orientada, deixando-a bem ao alcance do pé esquerdo, e o tiro indefensável... sensacional.
Uma nota de destaque também para o mal-amado Roberto (não sei se já é possível dizer isto, mas penso que sim): o espanhol já se redimiu dos erros crassos cometidos no início da época. Com as defesas sensacionais efectuadas perante Sporting, Hapoel, Marítimo, Schalke e hoje a remate de Elderson (sem esquecer o penalty com o Vitória de Setúbal), Roberto mostrou finalmente que afinal tem mesmo todas as condições para vir a ser um guarda-redes de topo e dar muitos pontos ao Benfica. Até nos cantos e livres laterais já melhorou: deixei de ver aquelas saídas extemporâneas e passei a ver um guarda-redes mais concentrado e acima de tudo sereno, só saindo pela certa, deixando a defesa resolver a questão numa fase inicial. A mim já me calou.


Do Braga, destaco a exibição de Alan: claramente o melhor jogador do plantel minhoto. Se fossem todos assim, este Braga era de Champions. O problema é que não são.

Esta vitória permite-nos, além de garantirmos desde já a 2ª posição (se o Vitória de Guimarães vencer amanhã e cairmos para 3º, melhor; não me importo nada), respirar um pouco melhor, afastando completamente o mau início, e também colocar um pouco de pressão sobre o líder. Com a paragem das selecções, a equipa terá tempo para colocar as ideias em ordem, para trabalhar as rotinas de jogo e preparar com todo o afinco a deslocação a Portimão (um jogo que não vai ser nada fácil, embora a defesa do Portimonense seja fraquinha). Na cabeça de todo o grupo só pode estar um pensamento: a vitória, tanto em Portimão como na semana a seguir, na recepção ao Paços de Ferreira. É que na 10ª jornada temos a deslocação ao Dragão, e é absolutamente proibido perder pontos antes disso para continuarmos a pensar no título (se tudo correr bem, podemos sair dessa partida a apenas 3 pontos do Porto). Porque eu ainda acredito, rumo ao 33º!

O resumo do jogo aqui:

11 comentários:

VHugo disse...

Nós não precisamos de rolos compressores. Apenas de vencer jogos. Afinal o rolo compressor o ano passado foi campeão a 15 minutos do fim do campeonato!

Carrega vitória!

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2010/10/nunca-pensei-dizer-isto.html

João Magalhães disse...

Sei k não é o sitio mais correcto para lhe perguntar isto sloml, mas como não tenho outro aqui vai:
Agora tb vai pedir a justiça e a verdade desportiva depois do jogo do Porto com o Guimarães? Ou o Xistra agora é um excelente árbitro?

Anónimo disse...

Bom jogo do benfica, maxi pereira ainda nao esta ao seu nivel e o saviola muito menos, esta a finalizar muito mal mas aquele passe foi de ouro.

E o porto a unica coisa que se tem para queixar e o fora de jogo mal assinado ao falcao e o penalti sobre o edgar do rolando.

sloml disse...

João, eu já uma vez me zanguei com um leitor deste blog que era portista e cortei relações com ele por causa da pessoa em causa ter vindo aqui defender o indefensável, mostrando todo o facciosismo e não sendo capaz de admitir as coisas em que o vosso clube esteve mal. Não me obrigue a fazer o mesmo consigo. Não sei como tem o descaramento de dizer uma coisa dessas, de fazer um comentário destes, depois do jogo do Porto que eu acabei de ver. O árbitro erra contra o Porto apenas no fora-de-jogo mal assinalado ao Falcao (que, de acordo com a sua argumentação anterior, não foi um erro dele mas sim do auxiliar). De resto, não tem mais nenhum erro que prejudique o Porto. A expulsão é justíssima (caramba, se aquele pisão por trás não é para amarelo, o que será?) e fica um penalty claro como água por marcar a favor do Vitória (o lance está aqui: http://www.youtube.com/watch?v=_gh2UUkgHOg&feature=player_embedded). Curiosamente, o Xistra marcou falta atacante. Esse tal penalty que o Porto pede, sinceramente não faço ideia qual é. Como é que você e o seu treinador têm o descaramento de falar mal da arbitragem? Tenham vergonha. E mais não lhe digo, pois não me quero chatear.

João Magalhães disse...

O lance do fucile na minha opiniao não é amarelo. É vermelho directo. O lance que fala do penalti o fucile estava a agaraar mas o edgar tb o fez. Veja onde anda o braço esquerdo do edgar.
Quando falo da arbitragem é para quem viu o jogo. os jogadores do vitoria tiveram entradas assassinas e nada assinalado. Os do porto sopravam e era falta.
Ah, e o lance do fora do jogo. Erro clamoroso do auxiliar. até eu à distancia vi k não era fora de jogo. E obviamente que o falcão ali sozinho era 3/4 de golo...

João Magalhães disse...

"P: A entrada de João Alves sobre João Moutinho era merecedora de acção disciplinar?
R: Entrada não perigosa, mas violenta, sobre João Moutinho, justificando acção disciplinar com cartão vermelho, que não foi exibido. "

"P: Falcao encontrava-se em posição irregular no momento do passe de Hulk?
R: No momento em que o passe de Hulk foi efectuado, Falcao encontrava-se em posição regular, pois nas suas costas encontrava-se um penúltimo defensor vimaranense que legalizava a posição."

Não influencia o resultado se ele tivesse sido expulso aos 48 min? E se nao marcasse o fora de jogo?

sloml disse...

João, esse lance do João Alves, só o Coroado (que vê motivos para expulsão em dezenas de lances por jogo) é que diz que é para vermelho. Os outros árbitros dizem que é falta para amarelo. Quanto ao fora-de-jogo, é para o João ver como nós tivemos razão no jogo de Guimarães e também com a Académica. Além disso, não sei se reparou mas o Falcao seguiu o lance e o Nilson defendeu. Não sei se reparou. Sinceramente, é incrível como têm a desfaçatez de reclamar num jogo destes, em que não têm razão nenhuma, e como puderam desculpar os erros dos árbitros frente a Rio Ave e Nacional, por exemplo. Chegaram ao cúmulo de dizer que a defesa do Rolando na Madeira era um lance de difícil análise. Loooooooooooool. Era o lance mais fácil de analisar: o homem defendeu como se fosse guarda-redes. E o do Rio Ave também: foi um penalty claríssimo que ficou por assinalar contra o Porto. Com o de ontem sobre o Edgar (não me venha com tretas, se ele agarra o Fucile é já em queda, já é depois de estar a ser totalmente agarrado com os 2 braços do Fucile; era penalty claro) já são 3 penaltys por marcar contra o Porto. Sinceramente, estou para ver quando é que alguém vai marcar um penalty a favor do Porto. Quando...

João Magalhães disse...

O Fucile agarra-o com o braço esquerdo e nas costas. Os arbitros ainda não têm raio-x. Leia o k está no Jogo. Leia a apreciação dos árbitros "Só com recurso a várias repetições dá para perceber que Fucile agarra Edgar pela camisola, de modo suficiente para impedir que o adversário possa disputar a bola. Lance de difícil análise, mas passível de penálti. ". Quantas repetições teve no estádio?
O lance do falcão ele remata ja depois de ouvir o apito e nem coloca a bola. Se quiser em bom rigor levava o amarelo.
Pelo que percebi o que me está a dizer é k valem as entradas assassinas dos jogadores do vitória, as simulações de lesões e consequentes perdas de tempo e o descaramento de marcar faltas a torto e a direito aos jogadores do porto? É essa a sua verdade desportiva? É isso que defende?
Olhe, digo-lhe uma coisa. A minha "verdade desportiva" é aquela que admite k o fucile deveria ter visto vermelho directo, é aquela k punia os jogadores vimaranenses por excessiva violência e perda de tempo. Mas tb não marcaria o penalti. De onde ele estava só se viu o edgar a agarrar a camisola. Você marcaria penalti?

sloml disse...

Se os árbitros não podem ver tudo, os auxiliares servem para isso e o auxiliar tinha bom ângulo de visão nesse lance. Podia perfeitamente ter avisado o árbitro.
Quando o fora-de-jogo é assinalado já o Nilson está em cima do Falcao a fazer a mancha (e muito bem, por sinal). Esse lance não dava golo, garanto-lhe (até porque o Falcao tem estado muitos furos abaixo do ano passado).
João, tenha dó. Simulações de lesões e consequentes perdas de tempo é o que acontece em todos os jogos do Benfica quando a equipa adversária está a ganhar ou empatada e não vos oiço queixarem-se. Isso não é justificação para o Porto ter empatado. Entradas assassinas não vi nenhuma e faltas por tudo e por nada contra o Porto? Veja os outros jogos a ver quais as faltas que eram assinaladas contra o Porto. Por amor de Deus. O Porto não tem nada de se queixar neste jogo, em que jogou muito mais que o Guimarães mas simplesmente não foi capaz de vencer. Ponto final. Como é possível compararem este jogo com a roubalheira que o Benfica sofreu no mesmo estádio? O Villas-Boas conseguiu perder toda a credibilidade com as barbaridades que proferiu após o jogo. Isto é ridículo. Nem vou perder mais tempo com esta palhaçada. Depois das ajudas que tiveram nos jogos acima citados, falar deste jogo roça o ridículo.

João Magalhães disse...

Então depreendo pelas suas palavras que este jogo foi muito bem ajuizado e que o árbitro merece uma excelente nota. O incrivel é k só o benfica é prejudicado.E leia os meus comentários. Onde eu o comparar com o jogo do benfica diga e eu retiro já o k disse, ok?

sloml disse...

Não disse que foi o João que comparou. Quem comparou foi o vosso treinador.
Não, João, o jogo não foi muito bem ajuizado e o árbitro não merece uma boa nota. Porque ficou um penalty por marcar para o Vitória de Guimarães e pelo fora-de-jogo mal tirado ao Falcao. São 2 lances muito importantes.