segunda-feira, 22 de março de 2010

Benfica 3 - 0 Porto - Final Taça da Liga 09/10


Já está!!! O primeiro título oficial da época já está conquistado! Ao contrário de outros, que sempre menosprezaram esta taça, eu defendo, desde o início da mesma, que o Benfica devia dar importância a esta competição, visto que é um troféu oficial, e o Benfica é uma equipa habituada a somar glórias, a vencer competições, pelo que não se pode dar ao "luxo" de se pôr a desprezar troféus oficiais, seja uma taça com 40 anos ou com apenas 3. Por isso critiquei muito o Camacho quando desprezou esta competição, fazendo o Benfica ser eliminado pelo Vitória de Setúbal, que acabaria por... vencer a 1ª edição da Taça da Liga, na final frente ao Sporting. O ano passado o Benfica olhou para esta competição de outra forma e venceu-a. E este ano, mesmo rodando jogadores em vários jogos, a equipa nunca descurou a vitória do troféu e acabou por o conseguir, dando para já a hegemonia total do Benfica nesta taça: em 3 anos, ganhámo-la por 2 vezes. Isto é Benfica, é assim que tem de ser. Se o Porto tivesse desprezado a Supertaça nos primeiros anos em que ela foi jogada, certamente agora teria muito menos Supertaças (e títulos) no seu palmarés. É nisto que todos temos de pensar quando dizemos praí que esta e aquela taças não são importantes. Mentira! Para o Benfica, todos os troféus oficiais importam. Porque o Benfica é um clube que cresceu a vencer, que se tornou grandioso a nível mundial porque vencia tudo. Não pode agora andar aí a dizer que só quer ganhar campeonato e Liga Europa ou dos Campeões. Tem de querer ganhar tudo. Qual foi o primeiro troféu ganho pelo Mourinho no Chelsea? Exacto: a Taça da Liga. E assim criou uma dinâmica de vitória na equipa que o levou a vencer 3 meses depois o campeonato. E é isso que tem de (e vai) acontecer este ano no Benfica. A primeira competição está no papo. Agora é lutar para garantir o mais cedo possível o campeonato e, se os nossos jogadores conseguirem, lutar para o brilharete na Liga Europa. Eu acredito, porque sempre acreditei nesta equipa e principalmente neste treinador. Para mim, e posso dizê-lo com toda a propriedade porque o digo desde há muitos anos, Jorge Jesus é, logo depois de Mourinho, o melhor treinador português desde há muitos anos. De longe. Só pecou por tardia a sua chegada ao Benfica. Este título, e os outros que aí virão, são todos obra sua.


JJ arriscou no 11 inicial... em parte. Para a baliza, escolheu o mais experiente, o guarda-redes da Liga Sagres, muito provavelmente aquele que ainda lhe dá mais garantias: Quim. A defesa foi a mesma de Marselha, sendo que no meio-campo apareceu a grande novidade: Airton no lugar de Javi Garcia. Jesus deu assim ao jovem brasileiro uma prova enorme de confiança, que foi aproveitada a 100%: voltei a nem dar pela falta de Javi. Depois, Aimar jogou como fazia no ano passado: atrás de Kardec (que substituiu Cardozo), num esquema, apesar de tudo, bem mais dinâmico, que implicava o apoio ao brasileiro também de Di María e até Ramires. O jogo em si foi totalmente controlado pelo Benfica, a partir do momento em que chegou ao golo - aos 9 minutos. Até aí, o Porto estava a atacar mais, embora sem qualquer clarividência - que fraquinho está este Porto... Até que chegou aquele remate fraco, inofensivo, do meio da rua de Ruben Amorim... e aquele frango monumental de Nuno, a colocar o Benfica na frente sem nada de especial ter ainda feito no encontro. Como eu havia lembrado no meu post anterior, ser o Nuno a titular era um muito bom prenúncio para nós, pois ele já havia estado na nossa última vitória na Taça de Portugal. Acertei na mouche.


A partir daí, a tendência do jogo mudou completamente. O Benfica, em vantagem, sentiu-se como peixe na água e bastou-lhe gerir os acontecimentos, nunca arriscando em demasia e sem chegar sequer a ter de imprimir no jogo a velocidade e a atitude demonstradas no encontro de Marselha. Aliás, este Porto perderia por 3 ou 4 com aquele Marselha, não tenho quaisquer dúvidas. Enquanto o Benfica fazia o seu jogo e deixava o tempo correr, controlando totalmente a partida, os jogadores portistas iam demonstrando, num sem número de ocasiões, que estavam completamente de cabeça perdida, uns com os outros, com o adversário, com o árbitro, enfim... Uma vergonha. Em cima do intervalo, Carlos Martins foi rasteirado por Raúl Meireles e logo se percebeu que dali iria sair bomba do 17 encarnado. O que ninguém esperava era que saísse tão perfeita! Que grande golo marcou Carlos Martins! Daqueles tiraços só ao alcance de bombistas do calibre de Martins - e que feliz que ele é nas finais da Taça da Liga! A continuar assim, podemos estar descansados quanto aos nossos números 10: tanto Aimar como Carlos Martins são extraordinários. Só Queiroz é que não vê o momento extraordinário de forma, física e psicológica, de Martins. Mas vai Ruben Micael e estará tudo bem. Ou não...



Com 2-0 ao intervalo, e com os ânimos quentinhos, pedia-se a Jorge Jesus que fosse prudente e reduzisse ao mínimo o risco, pois o próximo jogo será mais uma finalíssima, a recepção ao Braga, e havia o perigo de algum jogador ser expulso, nomeadamente Maxi Pereira e Aimar, que já tinham visto o amarelo na primeira parte. Mas JJ não tirou nenhum dos 2 ao intervalo, optando por aguentar um pouco mais para ver no que dava a 2ª parte. Mas deu mais do mesmo, com o Benfica a controlar e a criar perigo nalgumas situações, mas sempre sem forçar muito, pois nem valia a pena. Aimar acabaria por sair aos 62 minutos, mas Maxi até actuou o jogo todo, nunca sendo sequer ameaçado por Alvaro Pereira ou Rodríguez. Já nos descontos, uma jogada fantástica de Ruben Amorim (para mim, o melhor em campo), com uma tabelinha perfeita com Saviola pelo meio, deu a Cardozo a possibilidade de também picar o ponto e consumar a goleada encarnada. Estava escrita mais uma bela página de uma história que cada vez encanta mais quem a segue.


No Porto, não houve um único jogador que tivesse uma prestação positiva. Foi um jogo péssimo de todos, sem excepção. O menos mau talvez tenha sido Fernando, que regressava de lesão após mês e meio, salvo erro. Por ele, o Porto não tinha perdido por tantos. Nota negativíssima para Bruno Alves. Eu até sou dos que já defendeu algumas vezes o central do Porto, mas começa a ser demais aquilo a que assistimos jogo após jogo. Escudando-se na desculpa de que a maneira de jogar do Bruno Alves é assim, que é muito viril, muito impetuoso, os seus defensores vão alimentando a ideia de que ele pode ter as entradas que quiser, fazer as faltas que quiser, chamar o que quiser a adversários e árbitros, provocar tudo e todos, que nada lhe acontece, porque é a sua maneira de jogar. Hoje, aquilo a que assistimos foram cenas lamentáveis de alguém que é o capitão de uma grande equipa e que devia ser um exemplo para toda a gente, para as crianças que o seguem. Mas não é. O que eu vejo em todos os jogos é uma falta de desportivismo e de lealdade gritante de Bruno Alves para com todos os intervenientes no jogo, desde adversários a árbitros. Ele chama tudo a toda a gente (hoje viu-se claramente insultar o árbitro e o Alan Kardec variadíssimas vezes), ele agride tudo e todos (hoje foi "só" o Kardec e o Cardozo), pega-se com tudo e todos, enfim, é uma vergonha. E é inadmissível que um clube supostamente tão grande não ponha cobro aos seus profissionais e os deixe fazer estas cenas lamentáveis sem qualquer tipo de punição. Repito: é lamentável. Assim como foram lamentáveis as cenas a que fomos assistindo durante a tarde e antes e no intervalo do jogo. Curiosamente, os vídeos que houve e as notícias a descrever os incidentes falaram todas de agressões e provocações de adeptos do Porto (nomeadamente da claque criminosa dos Super-Dragões) a adeptos encarnados e não o contrário. Eu só pergunto: será que os adeptos do Porto que gostam verdadeiramente do seu clube, de futebol, de desporto, se revêem nesses actos? E se se revêem nos actos do seu capitão? Dêem-me o vosso feedback, para eu tirar esta dúvida, por favor.

Posto isto, resta-me dar os parabéns a toda a equipa, ao treinador e à estrutura directiva do Benfica, que planeou esta época de modo a proporcionar aos seus adeptos uma equipa ganhadora, ambiciosa, com jogadores de grande qualidade, um treinador formidável e um futebol espectacular, que faz os adeptos sonharem mais e mais a cada jogo que passa. Uma já cá canta, essa é que essa. E o Benfica voltou a fazer a festa no Algarve, perto da minha cidade, tal como no ano passado, quando estive lá no estádio. Este ano não pude, vibrei pela televisão, mas o sentimento foi o mesmo. Este foi o primeiro troféu ganho pelo Benfica desde que tenho este blog. Espero que, ainda nesta época, possa festejar aqui mais dois. Seria muito bom sinal. Agora, e porque o Benfica nunca pára, é começar já a pensar na recepção ao Braga, naquele que poderá ser o jogo do título. Se ganharmos, os 6 pontos serão quase a garantia de que o título de campeão nacional, o 32º da nossa história, não fugirá. Eu acredito nessa vitória, tal como sempre acreditei na de hoje e na da passada 5ª feira, em Marselha (e, já agora, como acredito que iremos eliminar o Liverpool...). Rumo ao 32º! E viva o Benfica e a conquista da 2ª Taça da Liga!

PS: Farei um post amanhã com todo o percurso da equipa nesta Taça da Liga, onde estarão também as imagens e vídeos desta final, bem como de toda a festa que ocorreu depois do encontro. Neste post, e para não fugir ao esquema da crónica normalmente feita depois de cada jogo, optei exactamente por fazer uma crónica normal. O post da euforia e do percurso vencedor fica para amanhã. Para já, aqui fica o resumo com os golos deste jogo:

11 comentários:

Jotas disse...

Bonito post, meu caro, julgo que ficou evidente aos olhos de todos que de facto o Benfica é de longe a melhor equipa portuguesa e numa quinzena de extrema exigêcia só falta passar o teste com o Braga, o mais importante, para falar-mos de missão cumprida a 100%

Nuno disse...

Nunca um frango me soube tão bem...

Melhor que o Frango da Guia!



Abraço!

Vermelhusco disse...

Optimo post. gostei particularmente da forma como fundamentaste a importancia da Taca da Liga e que a grandeza do Benfica se construiu a partir da conquista de todas as competicoes em que esta envolvido.

Fizeste-me mudar a minha opiniao sobre a importancia desta competicao. De facto, e importante porque ajuda a criar uma dinamica de vitoria e uma "sede" de mais trofeus nos jogadores.

Alem do mais, tambem serve para o Benfica solidificar a sua lideranca no numero de titulos conquistados bem como o clube que ganhou mais campeonatos, tacas de Portugal e agora tacas da Liga. So e pena nao termos tambem essa lideranca em Supertacas.

Sou de um Clube Lutador disse...

Caro Sloml,

Excelente post que muito me agradou a ler.
Totalmente de acordo em ganhar o máximo de provas/troféus que o Benfica disputa... assim se constrói o respeito pelo Clube, a dinâmica de Vitória e a reputação.

Forte Abraço
..

Mantorras disse...

Excelente Post sem dúvidas. O Benfica quando entra numa competição tem de ser para entrar, senão não entrava.
O trabalho apresentado pela direcção nos últimos anos começa a dar os seus frutos. Foi trabalho de formiguinha que tinha de ser feito. Hoje acredito que o Benfica ganhou o primeiro de muitos troféus, com esta tranquilidade e este futebol muitos mais se avizinham.
Quanto ao Porto, mostrou mais uma vez que por muitos títulos que ganhe terá dificuldade em ganhar adeptos. Ontem mostrou mais uma vez porque cada vez amo mais o meu clube e detesto mais o outro.
Obrigado Benfica por seres assim.
Carrega Benfica rumo a mais títulos!
Parabéns sloml!

sloml disse...

Jotas, e está quase, quase a conseguir cumprir a missão a 100%. Depois teremos a cereja no topo do bolo com a vitória sobre o Liverpool...

José Pereira, obrigado pelas palavras sensatas. Fico contente que desta vez partilhemos da mesma opinião.

Nuno, bem melhor, podes crer...

Vermelhusco, é por palavras como as tuas que vai fazendo sentido eu manter este blog a funcionar. Se puder, através do que escrevo, conseguir elucidar de algum modo quem me lê e hipoteticamente ter influência na maneira de pensar dessa pessoa, já valeu a pena.

Sou de Um Clube Lutador e Mantorras, muito obrigado pelas palavras. Agora temos de nos concentrar no jogo de sábado para arrecadar mais um, neste caso o "Big One"!

Abraço a todos

Bimbosfera disse...

Olha, se é assim, podes crer que das nossas conversas, e dos posts, fui admitindo que essa visão é mais correcta do que a minha, por isso és capaz de já ter dois a teu favor.
Particularmente o que me custava, na Taça da Liga, sendo até que o Benfica esteve para se recusar a participar há 3 anos, é que tivesse que andar a levar com lagartos que culpavam o Benfica por causa de um erro de arbitragem. O árbitro errou, a nosso favor, mas paciência. Preferia ter perdido do que ser por «roubo», que não foi, pois não roubei nada a ninguém.
Admito que ninguém gosta de ser prejudicado, eu não gosto, e aceito igual para os outros, agora, este Benfica, contra o Sporting do ano passado, ganhava na mesma, e creio que isso acaba com as dúvidas...

Seja como for, belo post, claro, no seguimento do que tem vindo a acontecer por «estas bandas»!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

http://Bimbosfera.blogspot.com

sloml disse...

Márcio, estou a ver que há um ano não ficaste elucidado sobre essa mentira que dita tantas vezes tornou-se verdade. O Benfica foi beneficiado nesse lance, mas já havia sido prejudicado no lance do golo do Sporting. Os sportinguistas não dizem isto nunca, pois claro, não lhes interessa, mas a verdade é que há uma falta de Vukcevic sobre Maxi Pereira. A verdade é só esta. Com o penalty ficámos quites. Tenho a imagem no meu pc, se quiseres posso enviar-te por e-mail.

Abraço

Bimbosfera disse...

Admito que sim, que embarquei nessa conversa. Do ano passado lembro-me dos Sportinguistas a marcarem ao Rio Ave, creio, em fora-de-jogo, mas do jogo da final só revendo!

Já agora, estou a sacar o jogo contra o Marselha... Se quiseres os links apita... No entanto estão no Lateral-Esquerdo, no post sobre o Benfica ser a equipa «mais encantadora da Europa», acho...

Se não for depois dou-tos, mas estão lá!

Abraço

Márcio Guerra

P.s.- Já agora gostava sim de me dares essas imagens, que é capaz de ser interessante para rever! Abraçoe e obrigado!

Bimbosfera disse...

Olha, seja como for, aqui ficam os links, quero lá saber. Se não quiseres apagas o comentário depois.

Aqui, com a tag Benfica aparece imensa coisa da história do Benfica, desde Taças dos Campeoões Europeus ganhas por nós, a finais perdidas, a golos, etc:

http://www.general-search.com/tags/benfica


Aqui, directamente, os links do jogo do Marselha, que estão nessa lista, algures...

Primeira parte:
http://www.general-search.com/fileinfo/11129167

Segunda parte:
http://www.general-search.com/fileinfo/11131178


Como estou com limites na internet, só descarrego a horas indecentes, como agora que comento, e ainda não vi a qualidade, mas creio que será boa, pelo tamanho...

Abraço

Márcio Guerra

P.s.- Como é história do Benfica acho que fiz bem em partilhar! Abraço!

sloml disse...

Muito obrigado. Logo que possa, saco-os.

Mando-te o e-mail com isso amanhã, que agora não tenho tido o meu pc em condições e tenho de ir à net ou no trabalho ou em pcs de amigos. Amanhã já terei o meu disponível, e é lá que tenho esses documentos, ok?

Abraço