terça-feira, 20 de abril de 2010

O nosso plantel XV - Ramires

Já analisados Quim, Moreira, Júlio César, Maxi Pereira, Luís Filipe, Luisão, David Luiz, Sidnei, Miguel Vítor, Roderick Miranda, César Peixoto, Shaffer, Javi García e Ruben Amorim, temos hoje o maratonista da equipa: o médio brasileiro Ramires.


Ramires foi a primeira contratação do Benfica para esta época. Assegurado o seu concurso logo em Maio, o jogador brasileiro (desconhecido entre nós) acabou por se dar a conhecer ao nosso país com a participação na Taça das Confederações, onde foi a surpresa na convocatória de Dunga e acabou por ser a revelação da selecção canarinha, que venceu a competição. Chegou depois ao Benfica e mostrou desde logo as características com que vinha rotulado (aliás, não é à toa que lhe chamavam Queniano no Brasil): rapidíssimo, muito resistente a nível físico, apesar de ser magrinho, polivalente (tanto vai atrás como vai à frente com a mesma eficácia) e relativamente goleador. À chegada teve uma declaração que não caiu bem no seio dos benfiquistas, referindo que esperava fazer uma boa época para depois sair para um grande. Agora está totalmente convertido à causa benfiquista, e a sua ideia já não é a mesma, garantidamente.


Apesar dessa declaração infeliz, o médio brasileiro acabou por conseguir conquistar o coração dos adeptos muito rapidamente, e da forma que mais interessa no futebol: dentro do campo. Revelando desde logo a sua grande disponibilidade física, Ramires foi fundamental logo à 2ª jornada, na sua estreia pelo Benfica no campeonato: em Guimarães, marcou aos 92 minutos o golo que deu a vitória ao Benfica, num triunfo arrancado a ferros e muito importante. Nos 2 encontros seguintes (goleadas ao Vitória de Setúbal, em casa, e ao Belenenses, fora) voltou a marcar e parecia que iria ser um dos goleadores da equipa na temporada, a continuar a esse ritmo. Aliás, apenas 2 jogos depois voltou a marcar, em casa frente ao Leixões. A verdade é que, para o campeonato, se ficou por aí. Só voltou a marcar mais uma vez até agora, e nas meias-finais da Taça da Liga, frente ao Sporting na goleada por 4-1 em Alvalade. Ainda assim, e porque não foi para marcar golos que foi contratado, Ramires tem feito uma temporada no mínimo a corresponder às expectativas. Se nos lembrarmos de que está a competir sem parar desde Janeiro de 2009, quando começou a época pelo Cruzeiro, ganha ainda mais relevo a época que está a fazer. Já leva 40 jogos no Benfica (23 no campeonato, um na Taça de Portugal, 4 na Taça da Liga - só falhou o 1º, frente ao Nacional - e 12 na Liga Europa). No último terço da época tem sido poupado nalguns jogos e entrado perto do fim noutros, numa gestão obrigatória, devido à época desgastante do jogador e da própria equipa, mas a sua importância na equipa é de tal ordem que nunca chegou a ser posta em causa.


Ramires foi uma das contratações mais bem conseguidas da época. Confesso que não me entusiasmei muito com as exibições de Ramires na Taça das Confederações, embora tenha sido a maior surpresa da selecção brasileira. A mim não me convenceu desde logo, não sei explicar porquê. A verdade é que a qualidade das suas exibições mal chegou ao Benfica me fez mudar completamente de ideias e perceber que Ramires pode não ser o mais fantástico nem mais tecnicista dos jogadores que temos no plantel, mas é de uma consistência e de uma qualidade táctica absolutamente admiráveis. Actuando quase sempre como médio interior direito, já chegou a jogar no lado contrário, a trinco, a 10 e até como lateral-direito. E apesar de quase nunca deslumbrar, também nunca está mal, pois não sabe jogar mal. Só há um senão: tenho quase a certeza que sairá do Benfica no final desta época, talvez depois do Mundial. O negócio da sua compra nunca foi muito bem explicado e confesso que não sei quanto do seu passe é do Benfica, quanto o Benfica pagou por ele (eu sei que foram aventados 7 milhões de euros, mas também sei que grande parte desse dinheiro não saiu dos nossos cofres) e quanto dinheiro terá o Benfica a receber quando ele se transferir. Segundo sei, Ramires foi colocado no Benfica com o intuito claro (de quem o colocou cá) de fazer uma boa época de estreia na Europa, valorizar-se e depois transferir-se para um campeonato de maior expressão. Da minha parte, claro que espero que tal não aconteça, pelo menos já na próxima época. Ramires é um jogador muito importante na equipa, de uma utilidade e disponibilidade extrema e que encaixa na perfeição no esquema que Jorge Jesus implantou no Benfica. E ainda pode ganhar 5 troféus esta época: ao campeonato mineiro ganho em 2009 pelo Cruzeiro e à Taça das Confederações conquistada ao serviço do Brasil, Ramires já juntou a Taça da Liga no Benfica e vai de certeza sagrar-se campeão nacional. E o Mundial também pode sorrir aos canarinhos...

Que acham os leitores de Ramires?

11 comentários:

Nuno B. disse...

excelente análise para um excelente jogador. só uma dica, se me permite. quando postar videos, edite o html e corrija na ultima linha o código para:
width="320" height="140"

Desta forma os videos embebidos ficam mais enquadrados no layout do seu blog

saudações gloriosas
NunoB
http://redlighteagle.blogspot.com/

sloml disse...

Epá muito obrigado pela dica, Nuno. Eu realmente nunca percebi porque raio é que os vídeos não ficavam bem enquadrados. Obrigado.

Abraço

Éter disse...

O Ramires é peça-chave do futebol do Benfica.

Juno Leâncio disse...

Percebes tanto de futebol como o próprio Ramires! O gajo tem é tido sorte! É mais um daqueles negócios ruinosos que nós benfiquistas já estamos habituados. Continue ele por cá, vai começar a dar prejuízo e prejuízo. É sorte de principiante. E só se destacou nos caraninhos porque em terra de cegos...
Ele que desapareça para o Inter (que é o que ele desde o inicio disse que queria) porque aqui não faz falta absolutamente nenumha!

Mas para mim a parte mais engraçada do texto é esta: "eu sei que foram aventados 7 milhões de euros, mas também sei que grande parte desse dinheiro não saiu dos nossos cofres"

Eu não sei o que é que um desocupado como tu faz na vida, mas duvido que seja a dar dinheiro para o Glorioso. Gajos como tu, que falam do que não sabem, há muitos. Gajos como eu, que se dedicam de alma e corpo para com o nosso grande clube, é que há poucos. Gostava de ver cada um de vocês a desembolsar os rios de dinheiro que eu já dei para o SLB. E não peço nada em troca, não é como certos interesseiros, como esses cabrões todos que estão na direcção e que de benfiquistas só têm a carteira!!!

A peça-chave do Benfica é mas é o Luisão e o resto é conversa! Sempre foi!

JediVermelho disse...

Acho este este último comentário algo excessivo e abusivo. Ramires tem sido um dos intérpretes deste excelente Benfica e um dos melhores executantes! É imperioso que fique, portanto! Em relação às declarações no início da época, acho que podem ser perdoadas! Pelo empenho e espírito de equipa que mostra jogo a jogo! E se é para recordar declarações, recordemos pois as que ele fez há 3/4 meses atrás à Mística, em que mencionava a sua vontade em cumprir, na íntegra, o seu contrato!

sloml disse...

Já tenho meu Paulo Sporting aqui do blog, que se há-de fazer...

Juno Leâncio disse...

Caralho para ti, sloml! De todas as coisas que me podias dizer, todas as ofensas baratas que pareces ter o hábito de utilizar, tinhas logo que me comparar com esse lagarto fdp que só diz baboseiras sem qualquer coerência! O gajo é mas é um doente mental, que só diz merda para nos irritar!

Dseclupa lá as ofsenas, mas é que fico mesmo fudido quando me deparo com gajos que só aparecem nas vitórias do Glorioso e depois se esquecem deste grande SLB!!!

Ser Benfiquista é ter SEMPRE na alma a chama imensa!!!!

sloml disse...

Caro Juno,

1º - Nunca (ou quase nunca) me dirigi neste blog a ninguém de forma ofensiva, mesmo já tendo sido alvo da ironia de alguns por muitas vezes.

2º - Não percebo o que queres dizer com esta frase: "Dseclupa lá as ofsenas, mas é que fico mesmo fudido quando me deparo com gajos que só aparecem nas vitórias do Glorioso e depois se esquecem deste grande SLB!!!". É que além do português estar péssimo a nível de ortografia, não percebo mesmo o sentido da frase...

Agradecia que me esclarecesses, se for possível.

Juno Leâncio disse...

Sloml,

1º - Chamares-me Paulo Sporting não é ofensivo? Pode não o ser para ti, mas para mim é certamente!

2º - Mete o português onde bem o entenderes e se não percebes o sentido da frase o problema é teu.

"Agradecia que me esclarecesses, se for possível."

Não é possível. Lamento.

Passar bem.

sloml disse...

Nem vou responder mais a qualquer comentário teu. E só não os apago porque nunca o fiz aqui no blog.

Bimbosfera disse...

Boas, de volta após uns dias sem tempo para nada mais que um postzinho diário no meu Bimbosfera.

Em relação ao post em si, brutal, grande jogador... Ao Juno, bem, se tu fosses um pouco mais inteligente, sem vires assim logo de rajada com bocas, para isso existem os antis, se percebesses o que é que se vai falando e defendendo aqui no blog ao longo dos tempos, verias, certamente, que as coisas não são tão bem assim como tu dizes. Se calhar eras daqueles Benfiquistas que quando Luisão veio diziam que era um cêpo. Agora é que é bom, não é? Há um ano era bom? E há 2? Aqui fala-se do Benfica. Lê tudo e fala depois.
De seguida, as opiniões são «propriedade» de cada um, ou seja, cada um tem a sua. Se te entendes como Benfiquista deves ser uma pessoa que respeita as opiniões dos outros, nem que sejam contrárias. A Democracia, um valor que o Benfica sempre defendeu, passa por aí. Assim sendo, mesmo que venhas para aqui depois deste comentário com bocas tristes, retrata-te um pouco, nem que seja para evitares levar com bocas dessas a chamarem-te «Paulo Sporting», ehehhehe! Olha, e queres que te diga outra? Ele nunca comenta nas notícias do Sporting. Para mim é um Benfiquista infiltrado, do Record, a fazer-se passar por Sportinguista só para criar mais comentários e aumentar os pageviews do jornal... Seja como for, cada um tem a sua opinião, e devêmos respeitá-la!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

http://Bimbosfera.blogspot.com